10 de abril de 2013

Perdoa-me

Imagem Google
Perdoa minha falta de compromisso
As possíveis feridas que lhe causo
Minha audácia em te julgar dependente de mim
Ou a mesma em convencer-me que não vou sofrer. 

Parece covardia? Não vou mentir 
No momento é ela que está do meu lado 
Ditando as palavras que regro uma a uma 
Com o objetivo de tentar não te ferir. 

Perdoa minha covardia ao fugir dos seus olhos 
Esquivar-me da sua presença 
Perder minha voz e calar a sua 
Decidir por nós. 

Perdoa a minha fraqueza ao estar ao seu lado 
Por ter me entregado toda vez que tentei dizer não 
Por ter deixado e criado esperanças 
Por cada instante em que sonhei junto 

Perdoa-me por querer sempre mais 
Por me esconder da verdade e viver mentindo 
Pelos meus olhos fechados, cansados de chorar
Por cada lágrima silenciosa

Perdoa-me pela fuga. Pela distância
Pela falta, a saudade e a ausência
Por cada vez que deixei o medo falar mais alto
Perdoa-me por sem forças, dizer outra vez adeus. 

Imagem Marcelo Taube no Piola

2 comentários:

  1. Que lindo o texto
    muito bonito mesmo
    bastante sentimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, escrito em dias de fraqueza, ou forma estrema, rs

      Excluir